Emagrecimento do ponto de vista de um magro


Talvez os leitores deste site não tenham notado, mas o texto anterior foi escrito não por mim, Janio, criador deste blog, mas sim por meu amigo, meu irmão, Gentil.

Doravante ele vai passar a escrever mais por aqui, trazendo e comentando notícias, informações técnicas, e principalmente dando sua opinião sobre os assuntos que nos interessam, com o frescor de um ponto de vista diferenciado.

Acho que não tem coisa mais chata para uma pessoa gorda do que um magro que acha que sabe como emagrecer de forma fácil e rápida.

Falo isso de cadeira. No tempo que eu não me dava conta que estava sendo inconveniente, eu sempre tinha uma fórmula para ensinar a gordos como emagrecer em pouco tempo.

Como o único parâmetro de emagrecimento que eu tinha era o meu, ou seja, de engordar dois ou três quilos, no máximo cinco, e depois perdê-los em pouco tempo, eu raciocinava que a questão era apenas de aritmética.

Bastava multiplicar o tempo que eu levava para emagrecer cinco quilos pelo número de quilos que a pessoa precisasse, e estava resolvido o problema.

Até que aprendi que existem outros aspectos que devem ser levados em consideração, principalmente aspectos emocionais, sentimentais e mentais ou psicológicos. Bem como comportamentais e outros que estão relacionados à história pessoal de cada um.

Aprendi isso muito com as mulheres, que tem essa questão mais presente. Mas também com amigos homens gordos.

Com o tempo, aprendi a ver que cada pessoa tem uma trajetória de vida que lhe é peculiar, e que conselhos de amigos piedosos não resolvem nem ajudam em nada.

No máximo, podemos alertar amigos e amigas do problema, sem nos metermos a indicar fórmulas ou receitas para tal.

E só a pessoa com sobrepeso ou obesidade pode decidir quando e como quer enfrentar o problema, se é que isso lhe seja um problema. Há os gordos que o são naturalmente e que sempre serão gordos e felizes, sem que ninguém lhe venha encher a paciência com emagrecimento.

Por isso que gosto de escrever em blogs, pelo fato de poder expressar minha opinião nesse espaço e quem tem interesse no assunto que busque a informação, em vez de ficar jogando-a na cara dos outros. Por tudo isso que descobri que além de tudo que mencionei, não há coisa pior para uma pessoa gorda do que receber crítica, no sentido de dizer a ela que ela é gorda por incompetência em emagrecer, ou por falta de vontade, ou por desleixo.

Pode ser até que todos esses aspectos estejam presentes, mas há coisas muito mais profundas que isso, e cada um é que precisa investigar em si o que é que o(a) leva a ficar com sobrepeso ou obesidade, pois só quando chegar à raiz da questão vai poder saber se quer perder peso ou se já é feliz gordo(a), e aí vai viver sem se importar com críticas ou conselhos, e também sem se incomodar com elas.

Avalie este artigo

Avaliação média: 5
Total de Votos: 1

Emagrecimento do ponto de vista de um magro

Tags: , , , , , , , , , , , , ,

4 comentários

  • paulo:

    O que precisamos é da consciência de cada um e do acompanhamento de profissionais especializados.

    Responder
  • Gentil:

    Com certeza, Paulo.

    Lembro também que meu texto é dirigido a adultos. Obviamente, pais e mães tem toda a responsabilidade para com seus filhos no que concerne alimentação e saúde.

    Abraço.

    Responder
  • SIMONE VARONI:

    legal o site! É UMA LUTA ETERNA, MAS A GENTE CONSEGUE!

    Responder
    • Gentil:

      Obrigado, Simone!

      A persistência sempre será premiada!

      Abraço.

      Responder

Comente!

Deixe uma resposta