Resolvido o enigma da obesidade

Pesquisadores da Universidade de Copenhague (citados neste artigo) finalmente resolveram o mistério da obesidade, ou seja, como emagrecer sem precisar reduzir a quantidade de alimentos ingeridos.

Obviamente, é preciso selecionar os tipos de alimentos, mas a equação parece ser simples: consumir alimentos com alto teor de proteínas (preferindo as carnes magras, é claro), laticínios e grãos com baixo teor de gordura e redução de ingesta de alimentos ricos em carboidratos, como batatas e trigo e arroz brancos (isto é, é melhor consumir alimentos integrais).

Tudo isso é muito bom, tudo isso é muito lindo, rápido e eficaz.

Continuar lendo Resolvido o enigma da obesidade

Encare a realidade: não há glamour em emagrecimento

A seção de saúde da CNN na internet mostra hoje o caso real de Tony Posnanski, que emagreceu 90,6 kg em dois anos.

Ele não utilizou pílulas dietéticas, batidas, desintoxicantes, nem alimento dos homens das cavernas, nem Twinkies (que o professor de nutrição usou; veja artigo anterior), nem muito menos junk ou fast food (as chamadas porcarias, lixo, ou comida rápida).

Ele usou uma regra básica: comer menos e movimentar-se mais.

Comer menos significou reduzir a ingestão de calorias diárias de 10.000 para 2.400. E uma coisa muito importante: ele parou de ingerir alimentos processados, e passou a comer frutas, verduras e carnes magras.

Ou seja, uma alimentação sem glamour, sem estrelismo, sem truques, simplesmente seguindo a lição básica de nossos pais, avós ou nutricionistas: coma verdura, crianças!

Trabalho duro, que garante sucesso a longo prazo.

Continuar lendo Encare a realidade: não há glamour em emagrecimento

Obesidade, da adolescência à vida adulta

Um estudo (publicado no Journal of the American Medical Association) comprovou que pessoas que foram obesas dos 12 aos 21 anos de idade tem sete vezes mais chance do que pessoas com peso normal ou sobrepeso de continuar obesos por volta dos 30 anos.

O problema nos Estados Unidos é que 1 em cada 5 adolescentes é obeso.

Continuar lendo Obesidade, da adolescência à vida adulta

Sigam o exemplo das mulheres japonesas

Este ano as mulheres japonesas atingiram o recorde de 25 anos no topo da lista de longevidade no mundo. A expectativa de vida média das japonesas chegou a 86,4 anos.

A dos homens alcançou 79,5, quinto lugar no mundo.

Continuar lendo Sigam o exemplo das mulheres japonesas

“Junk food” aumenta risco de alergias e obesidade em crianças

Uma pesquisa mostrou o que todo mundo sabe: junk food, ou ‘lixo alimentar’, ou como a gente chama por aqui, porcarias, os alimentos ricos em sal, açúcar, gorduras saturadas e conservantes, com alto teor calórico e reduzida quantidade de nutrientes, provoca alergias e obesidade em crianças.

Continuar lendo “Junk food” aumenta risco de alergias e obesidade em crianças

Sobre perda de líquido corporal e emagrecimento

Lendo o artigo sobre a questão do emagrecimento em sauna, decidi tecer algumas considerações sobre este assunto.

Continuar lendo Sobre perda de líquido corporal e emagrecimento

Dieta mediterrânea pode diminuir risco de Alzheimer

O site ABC News acaba de publicar um artigo sobre os benefícios da dieta mediterrânea, que é rica em frutas, verduras e ácidos graxos omega-3.

Continuar lendo Dieta mediterrânea pode diminuir risco de Alzheimer

Os benefícios do mamão

Há uma imensa variedade de informações sobre o mamão na Internet.

Vou colocar aqui apenas algumas dicas simples sobre esta fruta deliciosa e útil.

O mamão, que deve estar maduro quando ingerido, atua como um elemento digestivo, diurético (facilita a secreção urinária), emoliente (abranda inflamação), laxante (induz a evacuação) — o que ajuda a emagrecer — e refrescante.

Continuar lendo Os benefícios do mamão

»crosslinked«