Os gordos que tentam enganar a si mesmos

E incrivel como as pessoas sao capazes de mentir a si mesmas, principalmente quando se trata de emagrecer: nenhum gordo come desesperadamente, todos comem feito passarinhos; nenhum gordo é viciado em gorduras e refrigerantes, todos são vegetarianos ou se alimentam de Pranas.

Há quase vinte anos eu morei uns tempos com uma tia, que eu adoro, e que sempre esteve na condição de gorda. Uma noite cheguei em casa e ela tinha preparado um banquete: arroz com galinha, batata frita, saladas, sobremesas. Perguntei quem ela estava esperando, e ela disse que tinha feito pra mim. Fiquei feliz, afinal ela gastou seu tempo preparando algo para me agradar! Comi feito um condenado em sua última ceia, mas minha tia comeu apenas umas rodelinhas de tomate e umas duas folhas de alface, alegando que estava de dieta e sem fome mesmo. De madrugada eu acordei, e fui ao banheiro, e ao acender a luz tive uma visão da qual eu preferia ter sido poupado: minha tia de pijama, sentada no vaso, com uma coxa de galinha na mão direita como se fosse um tacape, e outra coxa na mão esquerda e na boca. Ou seja, a mulher comia no escuro, escondida no banheiro, para que ninguém — nem mesmo mesmo ela — visse.

Continuar lendo Os gordos que tentam enganar a si mesmos

»crosslinked«

O depoimento do RMF

O presente texto chegou a mim, na verdade, como um comentário para o artigo que é o mais visitado deste blog (infelizmente, tem muito bom conteúdo que acaba ficando em segundo plano): Programa de emagrecimento.

É um texto lúcido, muito bem escrito, e deixa bem claro o que é e como deve ser um tratamento de combate à obesidade.

Nossos mais sinceros agradecimentos a esse sujeito que dedicou seu tempo para compor um depoimento tão bacana, no propósito de elucidar dúvidas tão recorrentes em quem enfrenta estas dificuldades.

Continuar lendo O depoimento do RMF

Depoimento da Dina

Sempre li o comentário das pessoas aqui, mas não tinha coragem de deixar o meu.

Comecei a pesquisar quando minha médica passou o Subitran, passei um mês pensando se iria tomar ou não. E depois de ver os depoimentos, resolvi me dar essa chance.

Em 2 anos e meio engordei acho que uns dez quilos. No começo nem notei. Até que minhas roupas foram ficando acochadas, depois não entrando mais… e varias pessoas comentando que eu estava gorda. Tentei varias vezes fazer dieta, mas nunca consegui. Odiava academia ou coisas do tipo.

Minha alimentação sempre foi muito louca, não tinha hora para comer e comia qualquer coisa, fora que aumentava a quantidade de comida. Isso tudo me deixava mal.

Continuar lendo Depoimento da Dina

Como emagreci 12kg sem sacrifícios e sem remédios

Quem acompanha este blog sabe que sou bastante avesso à ideia que muitas pessoas têm de que remédios supostamente emagrecedores são a solução para quem sofre de sobrepeso.

Na verdade, este blog mesmo nasceu quando resolvi contar ao mundo a minha experiência com a sibutramina (que já aboli há anos, assim como qualquer outro medicamento que mexa com o cérebro).

De fato, os efeitos colaterais da sibutramina foram muito chatos para mim. Embora apenas um reduzidíssimo número de pessoas sofra com eles (boca seca, tontura, náuseas, taquicardia), eu fui um dos que tiveram alterações de humor devido ao medicamento.

Contudo, é muito mais fácil emagrecer fazendo uma reeducação alimentar adequada, e não há a necessidade de passar por sacrifícios tremendos para obter este resultado.

Continuar lendo Como emagreci 12kg sem sacrifícios e sem remédios

Emagrecer com Femproporex: o depoimento da Roberta

O texto que temos para hoje é na verdade um comentário deixado em outro artigo daqui deste site mesmo, mas cuja importância é demasiada para não ganhar destaque.

Daqui por diante a palavra é da Roberta — nós faremos apenas uns poucos acertos na ortografia, tentando interferir o mínimo e nada mais na estrutura do texto.

Continuar lendo Emagrecer com Femproporex: o depoimento da Roberta

Diário de um gordo

Recebemos um comentário de um leitor ao texto Depoimento da Dina, que conta como ele saiu de ser magro (a ponto de ter o apelido de “Cotonete”) a estar obeso de não suportar mais o próprio corpo, bem como sua caminhada inversa, em busca do peso ideal e de um corpo saudável.

Continuar lendo Diário de um gordo