Os perigos da redução de estômago

Raramente eu assisto algum canal de tevê que não seja o VH1, pelo qual eu sou obrigado a assinar um dos pacotes mais caros da Sky. Tanto que eu nem sabia que a GNT reapresentava aqui no Brasil o progama da Oprah Winfrey. Depois que assisti, entendi por que ela é o tremendo sucesso que é.

Hoje o assunto era o alcoolismo em mulheres — mães, já que a Oprah tem que agradar a “tradicional família americana”, e é ela seu público-alvo — que fizeram cirurgia de redução do estômago.

Honestamente, por mais tolo que isso possa soar, eu também pensava que a gastroplastia fosse uma espécie de “toque de condão” que permitisse a um gordo livrar-se rapidamente do vício por comida. Mas não é. Há estatísticas que constatam que nos Estados Unidos cerca de 30% dos pacientes que fazem o “bypass” (quando reduzem o estômago para algo do tamanho de uma noz) tornam-se viciados em álcool.

Pelo que entendi dos depoimentos, o fato é que o sujeito que se submete a uma operação dessas não se livra da compulsão alimentar, apenas fica impossibilitado de comer o quanto gostaria, pois qualquer quantidade de comida além das três uvas que cabem no “novo” estômago implica passar mal. Como ele tratou o tamanho do reservatório (ou receptáculo) mas não tratou a causa da compulsão, o resultado é a transferência de um vício para outro.

Um dos maiores riscos nesse caso é o fato de que, devido às reduzidas dimensões do estômago operado, o álcool da bebida vai direto e rapidamente para o intestino delgado, onde é absorvido pela corrente sangüínea. É comum o depoimento de operados dizendo que sentem-se em estado de embriaguez imediatamente após o primeiro drink.

Contudo, o álcool e outras drogas (imagino que seja fácil para quem tem acesso ou propensão tornar-se viciado em cocaína ou mesmo em maconha) não são as únicas armadilhas comuns aos ex-gordos. Contaram a estória de uma mulher que depois de emagrecer 96kg com a redução de estômago perdeu o marido, e passou a ter um comportamento promíscuo (nos termos da Oprah): teve 14 casos depois de separada, 7 foram de uma noite só e desses, 5 foram com completos desconhecidos. (Espero que a Oprah nunca me pergunte sobre minha vida sexual, ou vou ficar realmente embaraçado para responder, pois se essa vidinha da mulher, depois de separada, é promiscuidade, não sei qual a classificação que vão me dar.)

O mais interessante com relação ao depoimento dessa mulher foi ela dizer que estava viciada em atenção, e não no sexo propriamente dito. Ela queria era ter companhia, pois sentia-se sozinha e deprimida.

As outras mulheres que depuseram — inclusive uma celebridade, a cantora Carnie Wilson, que eu nem sabia que existia, mas ao saber que ela é filha de um dos Beach Boys meu cérebro fez uma conexão com alguém conhecido — também falaram justamente disso. A cantora, por exemplo, já aos quatro anos de idade tinha distúrbios alimentares, e aos nove estava realmente obesa. Quando resolveu operar-se virou “garota-propaganda” da redução de estômago, e naturalmente passou a ser muito observada e cobrada (nem que por si mesma, apenas).

Claro que as entrevistas não tinham, nem da mais sutil forma, a intenção de militar contra a gastroplastia. O intuito era alertar para o fato de que os efeitos psicológicos colaterais são de certa forma negligenciados pela maioria das pessoas. Contudo, todas as entrevistadas afirmaram que não sabiam desses riscos, e mesmo que soubessem ainda assim fariam a cirurgia.

Creio que a conclusão racional de tudo isso é que não dá pra negligenciar a importância de um adequado acompanhamento psicológico para quem deseja perder peso. A maioria de nós, com problemas de sobrepeso, precisaria mesmo era descobrir a causa-raiz da compulsão alimentar. Descobrir o que tentamos compensar com a comida, qual a ansiedade, decepção, raiva, etc, tentamos soterrar na gordura.

O momento mais aplaudido pela platéia da Oprah foi quando a conselheira que estava lá disse que ao ter filhos abrimos mão do direito à autodestruição. Para mim, contudo, o melhor momento foi quando uma das mães disse que sabia que os filhos e o marido estavam desapontados com ela, mas ela também achava que após 17 anos de dedicação ela tinha o direito de sair e se divertir, e ficar alegre, que não precisava ser a escrava da casa para o resto da vida. Talvez isso fale mais do porquê de a gente comer em excesso do que todo o blablablá reinante.

Que tal compartilhar este texto com seus amigos? É só clicar nos botões abaixo e divulgar!

»crosslinked«

219 comentários sobre “Os perigos da redução de estômago”

  1. Ju, ontem fez 2 meses q vc fez sua cirurgia, né? como vc está se sentindo? e qtos kgs vc ja emagreceu? Que tipo de acompanhamento/tratamentos vc está fzendo? Desde já agradeço por responder…

    1. Márcia!!!…

      É verdade são 2 meses!!!,.. E EU TO ÓTIMA!!!

      Um pouco anciosa… já perdi 15kg e acho pouco… mas a nutricionista disse que eu to na faixa de emagrecimento.. que eu nao preciso ficar assim anciosa!!!… Pois o emagrecimento lento é mais saudável e não deixa tanta flacidez… Daqui um mês irei entrar na academia, já estarei liberada para malhar!!!… Não vejo a hora!!!.. Estou muito satisfeita, já é notavel esses 15kgs.. as roupas folgadas… a disposição pro dia dia… O rosto mais fino… Auto estima… Os comentários… Tudo fica melhor!!!… Só sinto que as vezes fico fraca se eu passar da hora de comer… mas até que eu tenho sido bastante disciplinada com as refeições!!!

      A cirurgia é um passo adiante.. e não um milagre… existe uma reeducação alimentar que é muito importante pós cirurgica!

      E os acompanhamentos com Nutricionista, Cirurgião e Psicologos são muito importantes nessa nova fase!!!… Agora irei ter acompanhamento com a Endocrinologista!!!.. Tenho que ver como esta a Tireóide!!!

      1. Ju, como faço p t encontrar no orkut?

        Me add.. vc me encontra lá como Elton e Márcia, eu sou de Manaus/AM… se vc quiser é claro.. queria tirar umas dúvidas como vc… pode ser?

        1. Márcia, deixa de ser egoísta!

          Pergunta o que quiser pra Ju aqui, pra que ela responda de forma a mais gente poder se beneficiar da conversa de vocês.

          1. Jânio… Vc tem razão! eu sou uma mula mesmo de não pensar… deve ser o excesso de remédio para emagrecer cozinhando meus neurônios… mas, valeu! Já consegui o q eu precisava…

  2. Tenho 19 anos faco 20 dia 29 desse mes fiz reducao de estomago em janeiro de 2008 pesava 140kg hj peso 51 kg. Nao me arreoendo em nenhum momento de ter feito a cirurgia se fosse preciso passaria por tudo de novo quantas vezes fossem necessarias nao concordo com o texto acima pelo menos nao pra minha vida sou feliz com minha nova vida e nao tenho outros vicios para suprir a falta de comida para certas pessoas escrever e falar e muito facil dificil e viver o que eu ja vivi e o que varias outras pessoas ja viveram ou vivem dou total apoio a quem decidir reduzir o estomago pois so depende de nos mesmos o sucesso da operacao!

  3. Olá!

    Pergunta para quem já operou:

    Gostaria de saber por quanto tempo dura a queda de cabelo e se depois nasce todo esse cabelo que caiu?

    Alguém tem alguma dica?

    Obrigada

    1. Karaka to ficando careka… meu médico recomendou óleo de linhaça.. compra na farmácia… é natural!!!

      mas to tomando e ainda continua caindoooooo!!!

  4. bom dia aqueda de cabelo e provova por falta de mineras vc tem que procura seu medico pra ele ver qual vitamina vc deve tomar, dai e so repor as vitaminas naõ demora muito seu cabelo vouta acrecer, no inicio da cirurgia eu tb tive queda mais depois o cabelo voutou ao normal eu perdi 58kilos e ja tenho 6anos de operada hoje estou com 67kilos beijos xau.

    1. Lu,

      essas vitaminas que é necessário tomar após a cirurgia são muitas? quantos tipos de vitaminas? é caro?

      No aguardo. bjs!

  5. olá tenho 27 anos e peso 109 kg e 1,67 de altura sei que preciso perder pelo menos 50 kg mas tenho medo da cirurgia quais os riscos de obito na cirurgia? E quais seriam os valores em media de uma cirurgia no meu caso que não pago nenhum plano de saude

    1. Estamos preparando um texto com essas informações. Visite o site diariamente, pois nos próximos dias o texto será publicado.

  6. Estou me preparando para a cir. de redução e estou bastante otimista, estou bem informada e decidida. Minha mãe já fez esta cir, vai completar 02 anos, ela pesasa 103 kg e hj 53 kg, é uma diferença não apenas no corpo, mas também na estima da pessoa, hj minha mãe é uma mulher feliz em todos os sentidos. E eu tbm quero ser… Apoio aos que querem fazer essa cir. porém o acompanhamento psicológico é imprescindível pré e pós cirurgia, afinal queremos viver e não arranjar outro tipo de problema…

    1. Edmila ,meu marido esta querendo fazer a cirurgia de redução,éstamos emduvida se faz por video laparoscopia ou aberta , qual vc fez, o médico pediu que decidicemos qual queriamos?E qual técnica ,de capella ou outra, vc conhece aquela que o estomago fica um pouco maior mas diminue mais o intestino?vc teve alguma complicação pós cirurgica? por favor nos ajude a tomar algumas decisões…desde ja agradeço…

  7. Oi Pessoal!… Fiz a cirurgia a quase 4 meses!!!… Foi a melhor coisa que aconteceu nesses ultimos tempos!!

    já são 22kg e tô muito feliz… fiz por corte, a recuperação foi muito tranquila! mas claro foi tudo muito cuidadoso, já tô na academia e os elogios tem contado muito… e a diferença é muito até agora… mais ainda to caminhando pra emagrecer um pouco mais… e to fazendo massagem linfática pra ajudar a reduzir a flacidez… Tô Muito FELIZ… Faria novamente!

    1. olá ju, sou adriana e tbm preciso fazer essa cirurgia, estou com muita vontade mesmo de faze-la,,,,, não acompanhei o seu processo, mais me diz uma coisa, vc pagou quanto pela cirurgia?obrigada e tudo de bom pra vc

      1. OI Adriana.. Estarei aqui pra ajudar no que for preciso!!!… Então não paguei nada so algumas consultas tipo psicologo e nutricionista que o meu medico pede que seja da equipe dele.. e não cobria por convenio..

        A Unimed cobriu toda a cirurgia desde a internação até o médico.

        Qualquer coisa estamos ai!

        Abraços

        1. obrigada pela atenção, eu infelizmente não tenho unimed, mais não vou desistir, não posso…preciso mesmo desta cirurgia,vou continuar aqui com vcs e correndo atráz do que me é possível!

  8. oi, tambem fiz a cirurgia, estou com 39 dias de cirurgia, estou muito bem me alimento bem, estou ate preocupada achando que não vou conseguir atingir minha meta, nesses 39 dias eliminei 12 quilos, estava com 120 kilos no dia da cirurgia, hoje estou com 108 e minha meta e 45 kilos em um ano e meio, estou preocupada com a quantidade de alimentos beijos

    1. Olá, td bom???

      Parabéns pelo seu avanço e tenho certeza q vc irá atingir sua meta!

      Qual é a sua preocupação quanto a quantidade de alimentos??

  9. queria muito fazer gostaria de saber qual o menor preços ,dizem que em Goiania é muito bom Aqui onde moro faz pelo SUS mas a fila é quilometrica e polìticos interferem .me informe se souber onde é barato ou melhor acessivél.

  10. ola ,,,,,,,,sou a rosi estou correndo atras pra fazer a reduçao dia 06.11.2009 irei na primeira consulta com cirugiao peso 119 quilos estatura e1.56 e tenho 36 anos gostaria que me dissesem algo orem por mim obrigada

  11. Olá, td bom???

    Já estava decidida a fazer a cirurgia, depois desse site então não me resta dúvidas!!!

    Vocês poderiam me indicar algum médico ou clínica que eu possa estar me consultando???

    Tenho aproximadamente 100kg e tenho 1,51m de altura.

    Aguardo conselhos … Bjo Deise

  12. Olá pessoal, tenho 29 anos e estou pesando 111 quilos. Desde os 6 anos de idade faço dieta, sempre naquele engorda-emagrece, engorda-emagrece… Ano passado tomando medicação, emagreci 40 quilos, mas já recuperei 20… portanto decidi que seria a hora de fazer uma mudança radical… A CIRURGIA. Sexta-feira tenho consulta com o Gastro… seja o que Deus quiser… Ficarei aqui acopmpanhando quem já fez e quem ainda irá fazer…

  13. Então… hoje fazem 30 dias que fiz a cirurgia… E acho que foi muito dificil passar por tudo o que eu passei… Teve um momento quando voltei da anestezia que achei que ia morrer… E hoje vejo que a vontade de comer ainda persiste… Não aconcelho fazer não, vai na academia, come menos, porque é muito risco de morrer mesmo. Graças a Deus deu tudo certo, mas se perguntarem eu não recomendo!

  14. ju estou querendo fazer mas estou cm medo o que vc fala sobre a sua. e quando vc pesava?tenho que saber a unimede cobre.

  15. Pessoal, fiz a minha cirurgia em 2006 e sou muito feliz por isso!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  16. é… o fato é que muita gente se dá mal com a cirurgia… acontece que quem se dá mal fica quieto, não aparece ou porque morreu ou porque a situação é tão frustrante que não dá pra ficar compartilhando. Quando alguém opta pela cirurgia, é porque tá desesperado e não vê outra saída, e quando ela não é MAIS UM CASO DE SUCESSO o mundo cai. deve ser terrível. eu sou gorda desde criança, e ser gordo é tenso, e etc etc etc. Estou pensando em fazer a cirurgia, estou buscando informações… cortar o estômago não é cortar a unha… então vamos com cautela…

  17. muito legal todos so depoimentos mas minha irma morreu depois de quinze dias de operação esta sendo muito dificil ate hoje porque nao conseguimos descobrir o que realmente a matou ela ficou mais de 20 dias internada no hospital em Belo Horizonte onde fez a cirurgia no UTI em situação de total tristeza mas desejo a todos toda a felicidade e o sucesso cada caso e um caso eu so acho que e sair dum problema entrar em outro sempre a um outro jeito de ser feliz e tratar da saude sem muita agressão

  18. olá gente amei o comentários de todos. porém tenho minha opinião,acho que temos que nos arrepender de algo que fizermos, e não pensar em ficar a vida toda gorda. tenho 1,55 e peso 94 kilos preciso perder 40 kilos. já começei a fazer todos os exames, dia 02/08/2011 passo com meu cirurgião para ver os resultados, se tudo de certo no começo de setembro ja estarei operando…..bom vou nessa acima e tudo acredito que a uma força maior de DEUS JEOVÁ que irá abençoar a mim e a todos que pensam em fazer…… bejus e boa sorte a todos.
    voltarei aki para falar como fez….. Cássia e-mail *****************

  19. Pessoal, alguem sabe algum médico em SP que faz essas cirurgias? Estou com IMC 36 e me sentindo muito mal, dores no corpo, coração, fora a depressão por nada me servir, não me sentir a vontade etc…já tentei tudo q possam imaginar, já fiquei magra por anos tomando remédios, mas foi parar q voltou tudo e em dobro… Se alguém que já fez, ou sabe a respeito puder me ajudar…ficarei muito feliz!!!Também quero saber quanto tempo ficaria sem poder trabalhar etc… bjs, muito obrigada desde já!!!

  20. gostei de todos os que falaram.pois existem dois lados .os bons e ruis espero que as pessoas fassam suas cirugias e corra tudo bem e que tenham um acompanhamento com bons profissionais pois todo cuidado sempre serve. em casos arriscados que deus esteja com cada um.beijos

Os comentários estão fechados.