O que esperar desse blog

Todos os dias centenas de pessoas chegam a esse blog, principalmente num único artigo (cujos comentários estou prestes a fechar, por uma questão operacional): Programa de emagrecimento. A maioria destas pessoas procura por soluções mágicas para emagrecer, ou então por meios de comprar sem receita remédios controlados.

Em todos os casos, minha atitude é de deixar o papo fluir, e só intervir quando vejo algo fora do comum, algo absurdo, ou que me toque muito. Isso tem rendido (e não estou nem aí) uma “fama” de carrancudo e mal humorado. Uma menina ficou puta comigo porque eu a chamei de “guria”, e me disse que eu não deveria ser tão insensível, pois todo mundo deve estar deprimido, e não importa se tem que emagrecer 1kg ou 50kg, o problema é o mesmo.

Ora, gente, eu sou gordo e luto contra a balança, portanto eu sei pelo que passam as pessoas que têm o mesmo tipo de problema na vida. Justamente por isso eu me acho no direito de não pôr panos quentes sobre ninguém. Sou exatamente igual a essas pessoas que procuram o meu blog, e sei dos truques mentais que elas usam para enganar a si mesmas (quem mais seria?).

Nem sempre eu tenho saco para responder essas questões. Mas a vida de vez em quando me sorri, como quando traz aqui gente do quilate do RMF, da desaparecida Carmem Rita, ou da sempre presente Iza. Esta deixou um comentário que faço questão de reproduzir na íntegra aqui, porque explica tudo o que eu não tinha paciência de explicar. Obrigado, Iza, em nome de todos os que se beneficiam da sua lucidez!

Oi povo!

Guinevir e R.M.F., que bom ver que existem tantas pessoas pensando de forma parecida.

Creio que os posts têm mostrado que nosso diálogo vem adquirindo características conflitantes. Vejam bem:

Nenhum depoimento “critica” pura e simplesmente qualquer postura. Falamos das nossas experiências para dividir informações e motivar mas percebo que muitos têm tentado “comparar” os efeitos da Sibu. Eu mesma tive esta tendência e o blog me fez ver o quanto eu estava errada.

Por vezes, para AJUDAR um amigo que deseja emagrecer temos de lhe dizer a verdade, informar de que será díficil e que a batalha de cada um é especial e tem suas próprias características. Devemos lhe dizer o quanto PODE ser perigoso fazer uso de medicamentos e, principalmente, o quanto se deve esperar de um tratamento medicamentoso. Ah, devemos dizer que seu incômodo é importante idependentemente de quantos quilos ele queira perder mas que sim, existem pessoas convivendo com situações ainda mais agressivas e preocupantes!

Emagrecer, sem duvida, não é “como passear no parque” mas existem as pequenas batalhas e as grandes guerras… É preciso entender o tamanho do nosso desafio, sempre!

Comparar já é perigoso por si só; comparar laranjas e bananas é ainda mais complicado!

Pessoas como eu que devem perder 10kg, 15 kg têm resultados muito diferentes do que os amigos que devem perder 30kg. Os “tempos” de cada processo são totalmente diferentes.

Os posts indicam que muitos de nós esperam ver soluções nas experiências dos colegas e a procura por esta identificação pode ser ainda mais frustante do que não se ter perdido peso. Não podemos nos esquecer que cada organismo é único e tem o seu próprio metabolismo. Igualmente, não devemos esquecer que o uso do medicamento não garante o emagrecimento: caso garantisse, ele seria o produto mais vendido do mundo, não é mesmo?

Infelizmente, não existem fórmulas mágicas…

Ah, e ainda temos de lembrar que somente emagreceremos a partir de um conjunto de ações que podem ou não envolver o uso do medicamento.

Eu perdi quase 10kgs antes da Sibu graças à reposição hormonal prescrita pela minha gineco. E, lógico, à dieta e aos exercícios que tenho inserido na minha rotina diária. A Sibu veio para COMPLEMENTAR, para agilizar a obtenção dos resultados e para tornar esta (que espero ser a última) etapa do meu processo de emagrecimento um tanto menos “sofrida”!

Ah, é preciso também que reconheçamos o nosso “shape”, o nosso biotipo, assim não criaremos falsas espectativas… e nos frustaremos menos. Eu, por exemplo, nunca fui magrinha: já nasci usando e calçando 40 (hehehe) e acho que desde os 13 anos tenho mais de 1,70m. E, infelizmente, não será aos 30 que vou adquirir um corpinho de “chefe de torcida”… hehehe! Se puder perder o peso que ganhei, ter meus ovários funcionando (bem) novamente, não mais ficar cansada ao fazer qualquer (e mínimo) exercício físico, vai ser ótimo!

Espero que tudo isso ocorra ainda este ano, que eu alcance este objetivo com saúde e que logo, logo não mais precise fazer uso de qualquer medicação (sibu, hormônios, diuréticos, etc).

E desejo muito que TODOS nós alcancemos nossas metas, respeitando os limites do nosso corpo, objetivando acima de tudo o atingimento de uma boa condição física para vivermos mais e muito melhor!

Beijos a todos e boa Páscoa!

Que tal compartilhar este texto com seus amigos? É só clicar nos botões abaixo e divulgar!

»crosslinked«

72 comentários sobre “O que esperar desse blog”

  1. Eu tomei sibus 15mg durante 8 dias e emagreci 10kg..estava pesando 67…meu peso ideal eh 50….fikei ateh meio assustada e dei uma pausa.hehe…voltei agora…e nao engordei nada ateh entao(tomei em outubro..e voltei a tomar domingo agora)…entao..acredito que as pessoas que se preocupam…estão ansiosas e talz…tem q relaxar..nao fikem pensando tanto nisso..pq algumas coisa sao psicologicas..e essa ansiedade prejudica os resultados pq corpo e mente estão ligadas…corpo saudável..mente sã…e vice versa…se vcs nao relaxarem,…o efeito eh menor..eu axo..

    Acreditem em vcs!!!

    1. eu desejo muito tamar síbus 15 mg mais tenho um pouco de medo.alguém pode mim dizer sem piadas quais os sintomas que se sente apos ingeri-lo? eu jah houvi muita coisa e não sei em quem acreditah.alguém mim ajude!!!! socorrooooooooooo….muitos mim falam queo tal remedio causa muitas coisas ruins:tonturas dor de cabeça, em fim.mim ajudem e se eu consegui perde os meus 10 kg eu volto aqui e conto.torçam por mim aguardo respostas.

  2. Olá…

    Tenho 24 anos, 1,54h e peso 54kg. Comecei a tomar sibutramina a 06 dias atras, ainda não me pesei mas já sinto diferença no meu corpo, a ansiedade também diminuiu bastante. Fome… tenho pouca, mas procuro me alimentar de 03 em 03 horas (apesar de não estar com fome), tambem estou caminhando. Espero conseguir chegar aos 48kg, torçam por mim… Vou continuar relatando durante a semana.

    Boa Sorte e muita força de vontade para todos!!!

  3. O melhor não é só deixar de comer o mais q o normal, mas sim tbm a economia q me deu de mercado…srsr…

    Uma semana e pra mim ta perfeito…sou personal e treino pesado tbm estou tomando pra me da uma definição melhor…e não me alterou em nada minha força acho até que ganhei mais… quanto à força ainda acho q é sedo, mas no momento não mudou em nada… recomendo é bom mesmo…. mas tem q junto associar exercício físico..ok

  4. Gente nunca tomei subitramina,estou fazendo uso de anfepramona nao sei se os efeitos sao iguais ou nao vejo tantas pessoas dizendo que perderam em media 5 k em 15 dias mas acho complicado pq se vc perde muito peso rapido e sinal de q eles voltaram com facilidade eu tomo anfepramona e clordiazepoxido e levo 2 meses pra perder 10k mas quase nao tenho fome na verdade meu grande problema e esse nao comer por nao sentir fome as vezes sinto um pouco de dor de cabeça mas acho q e por ficar muito tempo sem comer e minha dieta e base de carboidratos ou seja corto tudo q tem carboidrato alem das caminhadas diarias q estou fazendo,comecei a tomar dia 8 de janeiro e ate hj perdi 13 k estava pesando 100 e hj 87.

    Na verdade o q gostaria de saber e se existe alguma diferença entre um e outro?

  5. Oi pessoal adorei esse bloogr me interessou muitas coisas, expeiências e opniões de muitos aki!

    bom , tenho 20anos, 1:60 72kg estou muito acima do meu peso,ja fiz academia=n adiantou então parei. Sabe gente eu sei,tenho a plena conciência q n e recomendável tomar remédio sem prescrição médica+é uq estou fazendo, hj pela manhã após o cafe da manhã tomei minha primeira cápsula de 15mg, uma dosagem frte ne?? eu sei,tenho uma amiga q tbm está tomando e em poucos dias ja vemos a diferença,por isso estou tomando, o remédio foi meio salgado+acabei comprando. e se Deus kiser n vai acontecer nada cmg.,nem com kem esta fazendo o mesmoq eu! Na verdade keria saber se te alguém aki tomando sem preskrição média e tbm se esse remédiO, sendo industrializado,manipulado ou genérico tem lguma diferença nos resultados. estou tomand o genérico!

    Espero compartilhar-mos nossas esperiências aki pessoal, ah e se alguem puder me indicar uma dieta aki agradeço.

    qlqr coisa mandem-me um e-mail .

    bbg

  6. Olá

    gostaria de saber se posso tomar bebida alcoolica, tomando subitramina 11mg, se eu não tomar o remédio no dia em que vou beber é melhor?

    Obrigada

    1. Pode, sim. Mas só no caso de você estar querendo se matar.

      Caso contrário você não toma nada alcoólico enquanto estiver fazendo uso da sibutramina.

      Mas tenho certeza que estou chovendo no molhado, pois seu médico ao receitar a substância deu todas as orientações, e você só não está lembrando agora.

  7. Amigos,

    Há muito tempo não visito este blog e resolvi passar para contar minha experiência.

    Tenho quase 60 anos e lutei a vida toda contra a gordura pois tenho um problema de tireóide que às vezes era detectado, outras não. O certo é que fiz todas as dietas da moda, tomei remédios fortes, etc. Perdia peso mas engordava de novo, o dobro.

    Em março de 2009 cheguei aos 94 quilos, sendo que meço 1,46m. Eu estava enorme.

    Pela primeira vez fui a uma nutricionista. Na minha idade já não se pensa muito na estética, mas mais na saúde. E eu estava disposta a emagrecer pela saúde.

    já emagreci 22 quilos, sem passar fome, apenas reeducando meus hábitos, aprendendo a comer para viver e não viver para comer.

    Aprendendo a balancear a alimentação.

    É o que recomendo a todos.

    Tenham cuidado com os remédios porque podem violentar a química natural do nosso corpo e, algumas vezes, causar dependências física e psicológica.

    Hoje sinto que posso passar o resto da minha vida, alimentando-me do jeito que estou fazendo hoje, sem problemas.

    Convenci-me de que não posso comer como os outros. Que minha dieta básica não pode passar de x calorias… e pronto.

    Aprendi a substituir os alimentos quando desejo comer algo mais calórico e, sem sofrimento, mantenho uma dieta balanceada.

    Essa é a única solução definitiva.

    Dieta leva-nos ao aumento de peso. Reeducação alimentar leva-nos à sobrevida.

    Bjs

Os comentários estão fechados.