O preconceito nosso de cada dia

Originalmente publicado em O preconceito nosso de cada dia.

O Charles divulgou a notícia e um breve comentário, e eu comentei sobre isso. Aí veio o Marcus Pessoa e fez um comentário sobre o meu comentário (se quiserem visitar o blog dele, vão por este link, lá no do Charles está errado).

Pô, Marcus, bem se vê que você não faz nem idéia de quem seja Janio Sarmento nessa vida! Considerar preconceituoso o meu comentário é apenas, simplesmente, reflexo da sua própria paranóia! Ou agora uma pessoa não pode mais falar “rabo”, “cu” ou “caralho” na Internet, num site de e para adultos, que isso é considerado agressivo e preconceituoso?

Cara, ninguém, absolutamente ninguém quer mais do que eu viver numa sociedade em que as diferenças sejam respeitadas de tal forma que todos possamos nos considerar iguais. Ninguém, nem mesmo os ativistas gays de maior expressão, como o Beto de Jesus (link para o cache do Google porque não consegui abrir a página original). Talvez eles tenham tanta esperança e desejo quanto eu, mas não mais.

Porque, Marcus, eu sei o que é ser vítima do preconceito. Para pegar um exemplo de preconceito, que é muito pior do que o preconceito contra o homossexual, lembremos da forma como são tratados os gordos. Eu sou gordo, e sinto na carne o preconceito.

Só pra começo de conversa, o gordo é o cara que seria o último a arranjar uma namorada (ou um namorado). Todo mundo só quer saber de homens jovens, com barriga de tanquinho, brancos mas queimados de sol (se a pela for toda escura, sem marca de sunga, já era), peitorais definidos, bíceps desenvolvidos e pau grande.

Mas essa não é a única manifestação do preconceito contra os gordos: ninguém nunca quer sentar ao seu lado no ônibus (o que, confesso, até considero uma vantagem, na maior parte das vezes); ninguém quer ficar perto dele na fila do bifê; seus colegas de trabalho não querem ir almoçar “com a baleia”; não se encontram roupas prontas, pois a indústria acha que só os magérrimos têm dinheiro para se vestir. O que é no mínimo tão burro quanto fazer sites que só funcionam no IE apenas porque a maioria o usa – “fodam-se as minorias” é o que pensam os fabricantes.

Além disso, as pessoas não respeitam, sequer cogitam, a possibilidade de o gordo ser feliz assim. De cada cinco palavras que dizem, quatro são “tu tem que emagrecer” e outras cobranças do tipo. Acham que todo gordo é cardíaco e que vai perder as duas pernas numa trombose.

E, claro, dificilmente um gordo ganha carona. As pessoas têm medo que levando um gordo de carona, a suspensão do lado direito vai precisar de reforço.

E para gordo também é difícil arranjar emprego, pois as empresas não querem correr o risco de ter de reforçar algumas cadeiras para que suportem o peso de um funcionário fora do padrão. Não importa muito a competência, pois a obesidade pesa mais – sem trocadilhos.

Isso tudo seria um prato cheio para quem quisesse se fazer de vítima do preconceito. Eu poderia fazer isso, e fiz enquanto o único prazer que conhecia era o de culpar os outros por serem o que são. Ou seja, se são preconceituosos, que se fodam com seu preconceito.

Eu sou gordo, não emagreço porque não quero, porque sou feliz assim. Ou porque, no mínimo, sou covarde para pagar o preço que a mudança implica. Quem não gosta de ser o que é, muda. Basta de hipocrisia. Viado dá o rabo. Ponto. Homem que come homem também é viado. Ponto. Homem que não é viado come mulher. Ponto.

Isso é ofensa? Falar a verdade é ofensa? É preconceito? Desde quando?

É como eu sempre digo: “só não gosto de homossexual porque eles vivem dando em cima do homem da gente.” 😉

Que tal compartilhar este texto com seus amigos? É só clicar nos botões abaixo e divulgar!

21 comentários sobre “O preconceito nosso de cada dia”

  1. Oi. as pessoas saum o que saum…O preconceito contra gordos é o mesmo para homens?Homens gordos saum mais aceitos que mulheres gordas.Engordei 50 kg por causa de medicamentos.Mas naum deixei de ser mulher.Amo também mas que homem iria aceitar excesso de personalidade :)Perdi dez quilos criando um novo regime.Tomo iogurte de manha ( regularizar a fome) e parei com medicamento que me engordava.Sei que naum vou voltar a antiga forma.Mas estarei mais saudável.
    A questão de ser gordo ou gorda é a questão de personalidade.Pessoas que amam os padrões de beleza, são sociopatas e querem ser aceitos em termos iguais.O amor que cada um recebe de seus familiares , amigos , conhecidos, tornam o mundo mais facil de ser encarados.Afinal de contas existe até o Parapan( jogos paraamericanos).Ser gordo é ter gordura demais.

  2. Só levantar mais um ponto dos gordos, somos ponto de referência em qualquer lugar, por exemplo “onde está nosso amigo?” “alí atrás daquele gordão” hehehehhe é uma verdade, outra coisa é quando chegamos em um restaurante e você vê todo mundo olhando pra você alguns riem esperando você comer o bufê todo e outros como garços ficam preocupados com a quantidade de vezes que vão ter que passar com a carne por você para te satisfazer, quando muitas vezes comemos menos que muitos magros, mas engordamos mais que esses por tendência, outra coisa é a questão do peidar, eu acho isso um absurdo e a própria indústria de filmes e seriados ajudam nisso, o amigo peidão e fedorento é sempre o gordo, porque? – se é o magro que tem o metabolismo mais acelerado? – esses sim soltam pums que ninguém consegue parar perto com cheiro de carniça e ainda por cima peidam o dia todo pela velocidade com que seu corpo metaboliza a alimentação.

    Outra coisa é achar que o gordo come tudo que vê pela frente, como na série Lost o gordinho chegou a esconder manteiga de amendoim dos magros, um absurdo, bem pelo contrário a maioria dos gordos são pessoas felizes o bastante para não serem egoístas e saberem partilhar, por isso quem convive conosco acaba engordando junto, porque partilhamos nossa comida, eu vou dizer pra vocês estou em tratamento para emagrecer por saúde principalmente e em segundo plano por estética, mas não vou perder minha personalidade de gordo, nunca, jamais, continuarei sendo o gordo (magro) engraçado de sempre, divertido, boca suja, leal aos amigos e altruísta …

    Sobre as roupas tenho a mesma impressão Jânio, uma parte enorme da população é obesa no mundo e a indústria têxtil não pensa nisso, continuam fazendo roupas para pessoas que estão dentro dos padrões, isso no mínimo é uma burrice de algum magro na administração que não sabe fazer benchmark da empresa, pesquisa de mercado e prospecção de novos produtos antes de outras empresas, só me resta acreditar que os fabricantes de roupas famosas (normalmente ligadas a esportes) não querem suas roupas associadas a indivíduos acima do peso …

    »crosslinked«

  3. para mim a questão do seu peso não influencia nenhum pouco em sua PERSONALIDADE exceto quando vc começa a se achar feio para os outros, que nao tem nada melhor para fazer e vao discutir sobre o SEU peso, e passa a se subestimar!

    o que as pessoas são ou deixam de ser não esta em quanto pesam ou no que comem e sim no que elas mesmas, muitas vezes, se tornam por ter escutado piadinhas de pessoas sem noção nenhuma da vida ou de como viver em sociedade!

    abaixo a ditadura da magreza!

    sim a vida feliz!

  4. olá,

    sou eu de novo!

    gostaria de saber se você tem alguma coisa sobre o preconceito contra os magros.

    é contra os magros, hoje peso cerca de 105Kg, porém quando era mais novo devido ser alto (sempre fui o mais alto da sala de aula) sempre ouvi piadinhas do tipo:

    "lá vem o vara-pau"

    "ei, belisca lua"

    "como vai professor girafales ?"

    coisas assim, sabe.

    estou fazendo um trabalho e escola sobre os diversos tipos de preconceito, inclusive, sobre o preconceito contra os magros.

    se você puder me ajudar ficarei muito grato.

    um abraço e desde já muito obrigado!

  5. Preconceito? que ridículo! O GORDO FOI, É e SEMPRE SERÁ uma figura horrorosa, disforme! A gordura é um símbolo do relaxo, da negligência consigo mesmo, da indisciplina ou da falta de domínio próprio! É um desajuste de personalidade que faz o indivíduo comportar-se como se dissesse para si mesmo "FODA-SE MEU CORPO!" Por que o magro é um padrão de beleza e não o gordo? Simples:

    1-a) A MAGREZA REPREENTA O ESTADO NATURAL DO CORPO ATÉ CERCA DOS 30 ANOS (Geralmente quando o metabolismo começa a ficar lento).

    1-b)É O ESTADO NATURAL E PERFEITO DESDE QUE O INDIVÍDUO MANTENHA HÁBITOS SAUDÁVEIS E CONSIGA NÃO SER INFECTADO CULTURALMENTE PELA COMUNIDADE DO FAST FOOD OU PELO PADRÃO DO HOMEM-MÉDIO BRASILEIRO QUE "TEM" QUE GOSTAR DE CERVEJA E CHURRASCO! Não bastasse isso

    2)O GORDO sempre aparenta ser mais velho que o magro.

    3)Tem pouca mobilidade.

    Vamos ouvir a voz da razão e do bom senso? Ser GORDO é ser DOENTE!

    1. Ser doente é deixar um comentário no blog alheio sob nome e e-mail falsos, para que ninguém tenha a chance de responder de volta.

      Se você não é homem (ou mulher, "faustonagisa" deixa dúvidas) o suficiente para assumir o que diz, sua opinião vale menos do que merda, que tem chance de virar adubo.

    2. nosssaaaaaaaaa,como vc e fudido!!

      fudido…….estuda atoa………muda sua mentalidade,se e ki vc ja foi em alguma escola…rever comceitos e mt bommmmmmmmmmm.sempre fui magra.magerrima.casei to bolinha….e paro o transito……..to amando ser fofa……..ou melhor pulei do 56 para o 70nusssssssss

      to amando,nao deixei de ser mulher…….to amando e sou amada,ralizada profissionalmente.socialmente

      num ligo pros kilos.quem ligas ao as outras pesssoas.pessoas sao so pessoas e nada mais, reveja seus conceitosotario(mas da pra ser gordinho,sem ser sedentario,guloso etc,levar uma vida saudavel.to gordinha ………mas num to nem ai.nem to num hospital fedendo em uma cama.apesar disso ser possbilidades de cada um .mas vc fede em sua mente ……..reveja conceitos………muda de vida…….faça amigos.ame e seja feliz….felicidade nao tem preço nem fita metrikas………

    3. Você deve ser um pau de vira tripa anoréxico,e ainda sim ignorante.

      Pessoas podem ter excesso de peso não só por comida,seu inútil, mas por medicamentos que tomam,as vezes cirurgias que

      mexem com os hormonios e fazem as pessoas engordar,o que foi o meu caso.

      Mas não dá pra discutir com um ser irracional,que nem sabe o que fala.

      e nem se coloca no lugar dos outros e nem tem um pingo de respeito.

      Eu tenho 1,59 peso 71 quilos sim estou acima do peso e dai?

      posso afirmar e tenho certeza de que sou mais feliz do que você.

  6. Olá, estou me sentindo injustiçada em relação à uma situação que vivi ontem à noite, por isso decidi escrever para desabafar. Em relação ao preconceito com gente gorda: sou baixinha, 1,58m e peso 70kg, em outras palavras, sou relativamente gorda pra minha estatura. Estava ontem num carnaval fora de época e a avenida estava lotada de foliões. Estava com um casal de amigos e com meu noivo, quando uma menina passou entre nós e saiu me arrastando. A brutalidade e a arrogância foi tão grande que quando pedi pra ela ter educação e pedir licença, ela respondeu: Saia do meio, tenho culpa se vc é gorda! Aquilo doeu demais… toda mulher sabe bem o que é ouvir isso… nunca havia sofrido preconceito até ontem. É muito chato ter que conviver com pessoas de mente tão pequena. Sou professora de português e inglês e agora sei da responsabilidade que possuo em educar. N posso ficar ensinando apenas a gramática, tenho q proporcionar um aprendizado pra vida toda.

  7. Eu sou gordo, sou novo, tenho muito o que aprender na vida, mas já sei de muita coisa, claro, não sou aquele gordo que fui na infância, agora as coisas mudaram, os preconceitos caíram, ainda existem, já que pra pessoa se "encaixar" nos padrões da sociedade, não pode ter uma gota de gordura, mas, Graças a Deus, as coisas mudaram, e mesmo eu podendo estar alcançando o "outro lado", o lado dos "perfeitos", isso nunca mudará meu modo de pensar, meu modo de ser, quero sempre ser quem eu sou, não vou dizer que me acostumei em sofrer preconceito por causa de minha aparência física, pois estarei mentindo, não tolero preconceito contra ninguém, pois somos todos vistos de forma igual aos olhos de Deus, ELE fez as pessoas diferentes, cada um com suas características, qual é? Estamos em pleno século XXI, as coisas mudaram, ouve tanta luta para por fim a escravidão, hoje preconceito contra negro é crime, e então por que até mesmo a tv ridiculariza os gordos? Por que? Será que os magros são superiores? Será que Deus criou as pessoas obesas para serem ridicularizadas? Será que Deus está satisfeito com isso? Pensem bem…

  8. Caro Janio Sarmento li seu comentário e reentero que já sofri preconceito na escola por ser GORDO; o famoso BULLYING e tentei o suícidio por isso. Hoje tenho 34 anos 109 quilos e estou lutando contra o meuexcesso com galhardia. Confesso já ter sido vitima mas não desenvolvi nenhum complexo de inferioridade pelo menos depois dos trinta anos.

    O Preconceito Social ou contra os Gordos em particular é uma afronta a liberdade deir e vir do cidadão comun.

    Grato janio seu blog é mil.

    Vou divulga-lo para mais pessoas.

    Abraços

  9. Janio eu acho isso mesmo pois não me envergonho de postar o fato de ter tentado o suícidio por causa do preconceito social pois gostei de um maina mais nova do que eu uns 8 naos; ela 20 eu 28; sendo magérrima e me humilhou me isolando socialmente da amigas e dos parentes em festas. FOI HORRÌVEL

    Fiqie com DEUS

    1. É corriqueiro o fato que você relatou: o homem gordo louco pela magrinha. Sou gorda e em toda minha vida amorosa JAMAIS consegui um namorado gordo. Já paquerei vários, mas eles sempre preferem as magrinhas como se fosse um tipo de compensação, negação ou algo assim. Sinto que o preconceito contra nós gordos parte do nosso grupo mesmo. Por exemplo: os gordos da TV sempre SE ridicularizam, estimulando os ouvintes a repetirem esse procedimento, ou quando deixamos de dar uma chance a uma mulher bacana, só pelo fato dela ser gorda e, em especial os homens gordos, preferem ser humilhados pelas magrelas, a se divertir horrores com as gordinhas que geralmente são gostosas, fogosas e bem humoradas.
      Nós também temos que mudar nossa postura em relação aos nossos semelhantes, para que nosso grupo seja finalmente respeitado pelo que é e gosta de ser!

  10. Sabe o que é pior? Concordo com a opinião do “Fausto Silva”… hoje me sinto uma figura horrorosa e disforme. Já fui um cara que arrancava suspiros quando era mais jovem, depois que me casei, não tive mais tempo pra cuidar de mim mesmo, engordei 30 Kg… Hoje sofro com o preconceito. As pessoas olham pra mim com olhar de deboche, e entre os amigos eu sou o último a ser convidado para qualquer coisa (a não ser que seja eu que vou bancar a conta), e a última pessoa para quem aquela moreninha que acabou de passar poderia ter olhado. Hoje acho que nem mesmo a minha mulher é satisfeita comigo… E o pior me sinto incapaz de mudar isso…!!!

    1. Na verdade, a pergunta que fica latente é: você QUER mudar esse quadro? Ou prefere ficar se suicidando para poder posar de vítima?

      Desculpe, mas quem define as prioridades da sua vida é você. Se você se sente incapaz de mudar de vida, é porque não quer realmente, porque sua decisão é de continuar no rumo em que está.

      Questão de lógica, camarada.

  11. São três coisas que engordam uma pessoa, a dor, a saudade, o medo.

    A bebida e produtos que intensificam o efeito que é o que engordam muitos homens, medicamentos, a má alimentação e baixa regeneração.

    E o último o diabrete nque fica dentro do armário e diz vc vai comer porque eu te odeio e odeio gordos….

    Em cada estória sempre tem uma pessoa bonita que engorda…cujo substancias toxicas queimam células acumulando bolsões celulares de gordura…em todo caso eu considero assim como meu, uma nova aparecnia e contraste a antiga ..

    Eu ainda sou eu… mas gorda….e os homens são realmente mais retardados que nunca reconhcem a mesma mulher.Se eu tivesse um namorado com certeza eu seria a pior pessoa do mundo, além dos martires e tudo mais alguém um problema psquiatrico de um homem que é tão incapaz de reconhcer deformações fisicas no entanto a mulher ou a mãe de um homem amaria-o ainda sem dentes ou sem pernas ou orelhas.

    Amar-se acima dos outros ou ficar esperando por amor.

    O pior é vc ser destruida porque se ama e ama tudo…

    Beiijos.

    1. Cristiane, acredito que vc é a pessoa que eu imagino ser. No entanto, gostaria que um dia vc pudesse me ouvir. Sei que vc é, e sempre será uma pessoa admirável, digna… Só lamento vc não me ouvir. Continuo um homem só, livre, mas com Deus sempre em meu coração. O cristão verdadeiro perdoa, ainda que seja só para ouví-lo. Deixe-me lhe falar as coisas verdadeiras, pois só assim vc me entenderá, por favor não me ignore. Existe um sentimento muito grande por vc, não tire conclusões sem ao menos me ouvir. Vc é uma muler de verdade, simples, graciosa, enfim, muitas qualidades difíceis de encontrar nos dias de hoje. Fale comigo. Aguardo uma resposta.
      Robson. Meu e-mail, *************

  12. Você é homem ou mulher?

    Uai, falou tanto do preconceito e na última linha escreve aquela pérola?

    Toda generalização é burra.

    Você não pode pegar o ato de uma pessoa que pertença a um certo grupo social e isolar todo o resto do grupo por causa dele(a).

    É o mesmo que dizer que todo aquele que tem sangue alemão nas veias vive uma ideologia nazista. Veja só: isto está fora de contexto!

    1. Você está precisando seriamente de aulas de interpretação de texto, principalmente deve estudar a figura de linguagem chamada "ironia".

      Também deve procurar se informar sobre "bom humor", pode vir a ser útil para sua pessoa a nível de ser humano enquanto gente (ou não).

Deixe uma resposta