Encare a realidade: não há glamour em emagrecimento

A seção de saúde da CNN na internet mostra hoje o caso real de Tony Posnanski, que emagreceu 90,6 kg em dois anos.

Ele não utilizou pílulas dietéticas, batidas, desintoxicantes, nem alimento dos homens das cavernas, nem Twinkies (que o professor de nutrição usou; veja artigo anterior), nem muito menos junk ou fast food (as chamadas porcarias, lixo, ou comida rápida).

Ele usou uma regra básica: comer menos e movimentar-se mais.

Comer menos significou reduzir a ingestão de calorias diárias de 10.000 para 2.400. E uma coisa muito importante: ele parou de ingerir alimentos processados, e passou a comer frutas, verduras e carnes magras.

Ou seja, uma alimentação sem glamour, sem estrelismo, sem truques, simplesmente seguindo a lição básica de nossos pais, avós ou nutricionistas: coma verdura, crianças!

Trabalho duro, que garante sucesso a longo prazo.

Posnanski dá as dicas para seu regime particular, que pode servir a muita gente: fique de olho em suas porções (reduza o tamanho das porções de comida que põe no prato, ou na boca, isto é, controle a quantidade de alimento ingerido; aqui, uma pausa pra reflexão: a ansiedade é um fator determinante no ganho de peso, porque ela nos faz ingerir comida até mesmo sem mastigar; é hora de lembrar de respirar, e se acalmar na hora da refeição).

Como dito acima, fuja de alimentos processados (principalmente carne vermelha processada, também já comentado neste blog em outro artigo).

Coma, além de frutas, verduras e carnes magras (acrescento, carnes brancas), alimentos integrais.

Exercite-se diariamente por uma hora pelo menos (uma caminhada é um excelente exercício aeróbico).

Esqueça regimes mágicos, truques de dietas, facilidades e outras ilusões que a mídia glamouriza diariamente. Pense em sua vida a longo prazo.

 

Para ler o artigo completo em inglês, com foto do Posnanski, clique aqui.

 

Que tal compartilhar este texto com seus amigos? É só clicar nos botões abaixo e divulgar!

Deixe uma resposta